ID#42 – Reflexão sobre a profissão

Tempo de leitura: 4 minutos

Transcrição do vídeo

Olá, hoje eu vou fazer um vídeo um pouco diferente, falando de algo que aconteceu essa semana no nosso grupo de whatsApp. Sim nós temos um super grupo onde o foco é a Odontologia. Nada de mensagens, correntes ou saudações. Pois essa semana passada  surgiu uma discussão onde alguns colegas estavam desiludidos com a profissão. Você ficou curioso ou curiosa para saber o que rolou? Em um segundo vou te contar.
Se você  ainda não conhece o nosso projeto vai lá no nosso site inspirandodentistas.com.br assina nossa lista VIP e vai ficar sabendo de tudo, inclusive do nosso grupo de WhatsApp. 
Mas vamos ao que interessa. rolou uma desanimação e lógico uma discussão bem interessante com várias opiniões, o que é maravilhoso pois tem gente de todas as partes do Brasil, inclusive alguns de fora do Brasil.
Eu já conheço toda essa ladainha: país em crise, muitos dentistas, planos odontológicos, concorrentes baixando preços, desvalorização profissional e por aí vai.
Eu só quero fazer algumas perguntas para que sirvam de reflexão. Que odontologia você está entregando? Quanto você anda investindo na sua profissão? Quem define seus preços? Trata a sua clínica ou consultório como sua empresa? Sabe quanto gasta? Quanto ganha? Tem esse controle? Investe em qualificar seu pessoal? Investe na melhoria da estrutura física do seu negócio?
Sei que não aprendemos isso nas faculdades. Aliás não aprendemos nem isso e nem muitas outras coisas. Isso mesmo, e posso dizer de forma muito tranquila pois fui professora de uma Universidade Federal por 33 anos. Sei do que falo.
Mas o que adianta você ficar se lamuriando? Nada. Tem que correr atrás. 
Primeira coisa: pense em que tipo de odontologia anda entregando. Bons trabalhos? Não estou falando de ter altíssimas tecnologias. Estou falando de um trabalho de boa qualidade. Se tem certeza que está dando o seu melhor por que cobra tão barato? Tem medo da concorrência? Só tem concorrência acirrada quem está entregando trabalhos medianos, pois de trabalhos médios vive a briga. Se seu trabalho é infinitamente melhor que os dos seus colegas você está em outro nível meu querido. Outro nível, outros preços. 
Confie. Só Quem não se garante, se sente inseguro em cobrar bem. Está inseguro? Ta fazendo a mesma coisa há anos? Não anda satisfeito com seus resultados? Corre atrás. Milhões de cursos por aí. Não dá pra sair? existem milhões de cursos online, inclusive os do Inspirando dentistas. Mas disso falaremos outra hora.
Segunda coisa: Esqueça aquela odontologia romântica, somos empresários. Não estou falando em desumanizar a odontologia. Muito longe disso. Ao contrário. Estou falando em gerir o seu negócio de forma série e profissional. Não sabe? Pois corre atrás de aprender. Faz curso de gestão, empreendedorismo. Vai buscar elementos que agreguem valor.
O que estou querendo dizer com tudo isso? Quero te dizer que a reclamar significa apenas fugir  da autoresponsabilidade. É olhar o que acontece com você e ao seu redor como se não tivesse nenhum poder ou influência. Sabe aquela coisa de deixe a vida me levar? É tirar o foco das coisas erradas e indesejadas de si e colocar nos outros e nas circunstâncias. É se esquivar da ação, isso mesmo de agir.
Você já observou que pessoas vitoriosas não perdem tempo reclamando? Estão preocupadas em resolver não em reclamar.. Estão focadas nas possibilidades. Saia dessa zona de conforto, que na verdade é de muito desconforto. Se mexa, faça alguma coisa. Reclamar não vai adiantar nada. Você é responsável por tudo que anda colhendo. Não acredita nisso? Pois conheço gente que vem dando duro, investindo e crescendo, mesmo com todas essas condições adversas. E não pense que estou falando dos bam bam bons, estou falando de dentistas que vivem dos seus consultórios. Que mesmo morando num dos estados mais pobres do país, como o meu, estão vivendo bem, muito bem, obrigada.
Qual o segredo? Simples. Nuca se renderam aos encantos enganosos dos planos odontológicos, nunca deixaram de estudar, nunca deixaram de tentar se superar e nunca se deram por satisfeitos. 
E para encerrar deixo a reflexão: Não busque culpados. Busque solução e aliados.
Que tal pensar sobre isso? Se você concorda ou discorda deixe seu comentário. Gosto de saber como vocês veem tudo isso.
Se você gostou desse vídeo compartilhe, vamos mudar essas cabeças. vamos começar a movimentar essa odontologia, vamos ter orgulho do que fazemos e vamos fazer cada vez melhor.
Um beijo grande e vejo vou no próximo vídeo.

Deixe seu Comentário