ID#69 – Garanto que vale a pena

Tempo de leitura: 3 minutos

Transcrição do vídeo

Olá pessoal, nesse vídeo vamos falar sobre algo que não deve ser desconsiderado e que vai fazer toda diferença nos resultados finais dos seus trabalhos. Do que estou falando? Estou falando de enceramento diagnóstico. 
Olá, se você não me conhece ainda eu sou Dulce Simões do Inspirando Dentistas e faço vídeos semanas com o objetivo de difundir conhecimento de forma simples, objetiva e real. Sabe vida real? Aquilo que dá para fazer. Mas atenção. Dá para fazer com qualidade. Simples mas não de qualquer jeito.
E o assunto hoje é enceramento diagnóstico. Já sei que estamos na era digital e falar em enceramento de diagnóstico para alguns seja coisa do assado, mas como disse antes, vida real e sei que essa era digital ainda não é uma realidade da grande maioria e se não é ainda a sua realidade você deve sim fazer enceramento dos seus casos para planeja-los melhor. 
Pois bem, uma das vantagens do enceramento diagnóstico é você já começar a ver o final do seu trabalho, como vai ficar. Além de você, o seu técnico e mais ainda, o maior interessado que é o seu paciente. Mas não é só isso. Com o enceramento você pode saber previamente o quanto vai precisar preparar ou não. Talvez você nem precise fazer preparo. Por exemplo você vai trabalhar num dente lingualizado em relação aos demais. Talvez nesse dente lingualizado não haja necessidade alguma de preparo pois aí será feito apenas com acréscimo de material. Ou ao contrário. Eu tenho dentes em diferentes posições do ponto de vista vestíbulo-lingual. Talvez um ou mais deles precise de um preparo maior para que se consiga espaço para a colocação dos seus laminados, ou qualquer outro procedimento planejado. O enceramento te dá além de planejamento, previsibilidade e preservação. Não esqueça que dentro do possível estamos num momento de sermos minimamente invasivos. Menos é sempre mais.
E aqui vai a dica mais importante desse vídeo. Um bom enceramento diagnóstico está diretamente relacionado a uma boa moldagem e consequentemente um bom modelo. Sei que existem outros profissionais que não acham necessário, e eu também já fiz parte desse universo, mas hoje fui convencida pelos resultados que passei a ter que a moldagem para enceramento diagnóstico tem que ser feita com silicone de adição ou condensação. Se você vai vazar seu gesso pode usar a de condensação, mas se vai enviar para um técnico longe vazar use a de adição. Hoje só uso de adição. Esse caso foi moldado com o silicone de adição da Ultradent, o Panasil, o pesado e o leve. E veja o resultado do enceramento. Ah! mas é caro. Sim é caro mas mais caro é não ter bons resultados. Cuidado as vezes o barato sai caro, quem avisa amigo é. Vamos mudar essa chave aí na cabeça de querer ter bons resultados usando materiais de qualidades inferiores. Logo. Atenção total: nada de moldar com alginato. Para um bom enceramento é preciso ter margens definidas e detalhes muito claros.
Se esse vídeo fez sentido para você coloque um like, comente e compartilhe. Divulgue o nosso projeto que tem como propósito divulgar informação, inspirando os colegas a fazerem cada vez melhor. Se você ainda não faz parte da nossa lista VIP vai lá na nossa página inspirandodentistas.com.br, assina e passe a fazer parte desse grupo super focado. Beijo grande e até o próximo vídeo.

 

Deixe seu Comentário