ID#27 – Overdose de informações

Tempo de leitura: 4 minutos

Transcrição do vídeo

Olá pessoal, hoje eu quero saber como vocês tem lidando com essa velocidade de informações, com essas mudanças que vem acontecendo no mundo, e claro na nossa profissão. Está quase louco ou nem liga e faz como sempre fez, e do mesmo jeitinho que aprendeu lá trás quando se formou? 
Bem pessoal para quem não me conhece ainda eu sou Dulce, Dulce Simões do Inspirando Dentistas e a primeira coisa que quero te dizer hoje é que esse vídeo é para você que busca melhorar, que é louco por informações. Porque se você é daquela turma que não está nem aí nem vai chegando, e continua fazendo aquela Odontologia que aprendeu na graduação ou até mesmo no curso de pós-graduação que terminou há 2 anos. 
Amiguinho, a você eu só quero dizer que corra, pois as mudanças são enormes e se você não andar o trem vai passar por cima. Não há mais espaço para os desenformados, principalmente num mundo onde a informação está aqui, esta na sua mão. É só querer pessoal. Antigamente a informações em formato padrão era demorada, limitada, padronizada e sempre ministrada por outra pessoa. Era preciso comprar livros, assinar revistas. Se por acaso você queria fazer um levantamento bibliográfico, isso levava semanas. Hoje você entra no Pubmed e tem acesso a todas as publicações mundiais. Com a internet a informação ficou rápida, ilimitada, personalizada e totalmente acessível em qualquer hora e em qualquer lugar.
Mas aí pessoal, esse é o lado bom da história. E o ruim? O ruim é a overdose de informações. Eu tenho esse problema, e sei que muita gente também tem. Também sofre desse mal. 
Eu fico louca, quero ler tudo, saber de tudo, acompanhar meio mundo de gente. E conversando com uma amiga, meio surtada, acelerada na verdade, igual a mim, percebemos que isso gera uma ansiedade que apenas nos faz sofrer. Que não acrescenta em nada. Então primeira dica: cuidado com a overdose de informações. Isso cria uma ansiedade que muitas vezes pode levar a perda de foco e até a diminuição de produtividade.
E no meio dessa ansiedade meditarei com alguns vídeos que falavam sobre isso e que me fizeram refletir e  reprogramar essa minha maneira de agir. E eu quero compartilhar essa sacada com vocês. Na verdade é a tomada de um passo para seguir o caminho.
A esse passo eu vou chamar de passo para não endoidar o cabeção. Então daqui pra frente vamos construir nosso caminho, passo a passo, sem endoidar o cabeção, ok?  Depois vamos ver outros passos, mas sem ansiedade hoje vamos incorporar esse nas nossas vidas. E qual é esse passo? O passo é simples: Faça escolhas, boas escolhas. Escolha um bom evento presencial, um bom curso ou um bom congresso e vá pelo menos uma vez ao ano. E associado a isso, para te manter na onda o ano inteiro escolha seus mentores. E o que é um mentor? Olha aqui alguns significados: Indivíduo experiente que guia (dá conselhos), Indivíduo com grande experiência que orienta, que aconselha, que provoca inspiração. Esse pessoal, que em toda profissão tem, que vive de colher informações, de estudar, e aí juntar tudo e passar.
Você escolhe um, dois ou três, nada de colocar muita gente, lembrem aqui é o passo de não endoidar o cabeção. E sigam essas pessoas que você escolheu. Ah! Mas e se eu começar a seguir e depois não gostar mais? Ops, isso que é bom da internet, você bota os mentores e também demite os mentores, na hora que você desejar, e eles nem sabem… 
Então, para fechar esse vídeo. Sacada um: Nunca deixem de estudar, o mundo está mudando muito rápido e não podemos ficar para trás. Sacada dois: cuidado com a overdose de informações, filtre, avalie, e sacada de número três: escolhas seus mentores.
Pensem sobre isso e coloquem aqui suas experiências, dúvidas, se gostaram coloquem um like e aproveitem e assinem o nosso canal para que você receba a notificação quando postarmos o próximo vídeo.
Um beijo grande e até lá.

Deixe seu Comentário