Quando uso pinos intra-radiculares?

Tempo de leitura: 1 minuto

Transcrição do vídeo:

Olá eu sou Dulce Simoes do projeto Inspirando Dentistas e hoje eu quero saber o que te guia na hora de decidir se vai colocar ou não um pino intra-radicular após o tratamento endodôntico. Essa é a primeira decisão a ser tomada quando saímos da área da endodontia e partimos para a área restauradora. Eu quero te dizer que para tomar essa decisão existem vários fatores que devem ser analisados e aqui eu vou citar dois deles… Vamos ver quem são e por que?

Primeiro aspecto a ser observado, quanto de tecido dentário coronário restou? Se essa perda foi de mais de 50% do volume total do dente, estaria indicado a colocação do pino intracanal.

O dente é anterior ou posterior? Nos dentes anteriores temos uma incidência maior de forças oblíquos, horizontais ou de cizalhamento, o pino ajudaria além da retenção a dissipar essa forças ao longo da coroa e da raiz, prevenindo as fraturas. Nos dentes posteriores há a incidência preferencialmente de forças verticais, sendo indicado apenas quando em associação com núcleos no caso de trabalhos mais extensos como coroas totais.

Deixe seu Comentário