ID#22 – Princípio de Pareto

Tempo de leitura: 4 minutos

Transcrição do vídeo

Você por acaso já ouviu falar do Princípio de Pareto? Ou princípio do 80/20? E como podemos repensar o nosso trabalho baseado nesse princípio? Se você ficou com a pulga atrás da orelha e quer saber mais sobre isso fica aqui comigo que é sobre isso que vamos conversar.
Olá, eu sou Dulce, Dulce Simões do Inspirando Dentistas e acredito verdadeiramente que esse vídeo vai no mínimo te fazer repensar no seu modo de trabalho.
Pois bem, vamos por partes. Primeiro quem é esse tal de Pareto e que danado é esse princípio de 80/20. Vilfredo Pareto apresentou essa ideia nada mais nada menos do que no ano de 1790. E ele dizia que 20% do nosso esforço produz 80% do nosso resultado. Prestem atenção, vou repetir de outra maneira para ficar mais claro. 80% dos nossos resultados, dos nossos ganhos, vem de 20% do nosso esforço. Tá confuso? Então vamos levar isso para nossa vida real.
Pensa bem. Pensa no seu consultório, nos seus pacientes e no seu dia a dia, que deve ser igual ao meu e igual ao de muita gente. O que é que acontece? Você pega um, ou dois trabalhos grandes, e esses trabalhos te dão um rendimento que com certeza equivale a 80% do seu faturamento total. O resto das dezenas de pacientes que você atende ao longo do mês estão ali empancados nos outros 20%. Aqueles trabalhos que não rendem nada e que você se mata de trabalhar. E muitas vezes enche sua agenda com esses e não tem tempo para adiantar aquele um, dois ou três que realmente te rendem bem. 
E olha que eu estou falando aqui somente de pacientes particulares. Imagina se nos voltarmos para os planos de saúde? Pessoal, onde posso falo sobre isso. Parem para pensar um pouco. Reflitam. O que estou fazendo? Que odontologia estou exercendo? Onde esses planos vão me levar? O que adianta você trabalhar das 7 da manhã as 10 da noite atendendo plano de saúde? Pra ter agenda cheia? Agenda cheia, bolso furado e cansaço em poucos anos. Pessoal é muito mais rentável atender poucos pacientes particulares, que muitos pacientes de convênios.
Sabe quem enriquece? Com certeza não somos nós, dentistas. São os donos dos planos, dos convênios. Esses sim, ficam ricos com o seu trabalho. Resistam, aguardem, esse é um trabalho de formiga, é preciso o boca a boca.
E tem mais um aspecto, um aspecto importantíssimo que se chama qualidade do seu trabalho. Alguém consegue fazer um bom trabalho apressado? Eu não consigo. Devido a pressa, ao trabalho por produção se vive no lema de muitas coisas meia boca e poucas coisas boas. E aí vem o ciclo do inferno. Muitos pacientes, trabalhos ruins, insatisfação, pouco retorno financeiro, mais pacientes, mais trabalhos ruins, mais insatisfação, pouco retorno financeiro….e vida que segue.
Esse caminho não vai dar em outro lugar. Não adianta. Repensem sobre isso. Talvez você esteja pensando, Ah! Dulce pra você é fácil falar isso. Pessoal, eu estou nessa pista há 34 anos, não cheguei no baile agora. Você tá chegando agora e já quer bailar a noite inteira? Calma. Estou falando com propriedade. Já dormi muito na minha cadeira. Passei anos de agenda quase vazia. Sabe o que eu fazia? Alguém ligava, e a agenda vazia, mas eu dizia para a secretária, não marca pra hoje não, fala que só tem hora daqui a uns 5 dias.
Aí depois, mais tarde você liga e diz que surgiu uma vaga para o dia seguinte e a preferencia é dela, vai querer ser logo atendida? Você ainda usa um gatilho mental o gatilho do pegar ou largar, da urgência. E assim foi.
Quase sucumbi ao canto da sereia, disfarçada de convênio fantástico. Sei o que estou falando, não sou uma teórica da profissão. Por isso estou aqui conversando com vocês sobre isso. Quero te fazer pensar, refletir e decidir a fazer uma Odontologia de qualidade, que te traga prazer e claro, retorno financeiro.
E para terminar ainda tem um fator mais grave, grave pra nós né? Sempre pra nós. É o momento em que as coisas dão errado e quando o paciente vai contar ele não cita o plano, ele cita o seu nome. O doutor tal fez essa bomba e por aí vai. Então pessoal é o seu nome que está em jogo. Acho que vale a reflexão.
E se isso fez sentido pra você comenta aqui, compartilhe conosco sua experiência, suas dúvidas e suas dificuldades. 
Se não tem nada disso e se com você está tudo ótimo também compartilha pois isso anima a todo mundo.
E não deixem de assinar nosso canal beijo grande e vejo vocês no próximo vídeo.

Deixe seu Comentário