Planejamento é igual a mais faturamento e menos estresse

Tempo de leitura: 6 minutos

Transcrição do vídeo

Eu acredito que esse será um ano inesquecível, e que parece que o mundo virou de ponta cabeça. E é para te ajudar a desvirar esse mundo que eu estou aqui para te dizer que tire a bunda da cadeira e vamos parar com essa procrastinação pois o mundo está andando, aliás correndo, e você precisa vir junto, senão quando acordar vai perceber que é tarde demais.
Olá eu sou Dulce Simões do Inspirando Dentistas e tenho feito muitos vídeos com o objetivo de ajudar os dentistas a dobrarem seus resultados a partir de conhecimentos que nunca receberam nos seus anos de graduação e pós graduações, pois na grande maioria já fizeram mais de duas e continuam sem reconhecimento financeiro. Isso quer dizer, sem ter o faturamento que desejam e que merecem. E nesse vídeo vou te mostrar 3 pontos para você começar a colocar novos hábitos na sua vida, para que você já comece a dobrar seus resultados com qualidade de vida. Nada de se matar por aí.
Existem duas coisas que você precisa fazer para crescer em qualquer área, principalmente na área profissional, mais ainda se você tem um negócio, não importa se uma clínica ou um pequeno consultório. Você precisa de  planejamento e organização financeira. E estamos quase no final do ano e esse é o melhor momento para você parar, pensar e planejar.
Deixa eu começar te contando uma história sobre planejamento e organização. E já vou te dizer que planejamento é tudo, é o ouro. Eu sou uma pessoa que, por alguns anos, tinha consultório, ensinava na faculdade, tinha cursos presenciais, atendia dentistas com mentorias, e ainda tinha que gerar conteúdo para o Inspirando Dentistas. Isso gerava uma ansiedade enorme e pouca produtividade pois eu estava sempre atrasada nas coisas, ou fazendo muito, mas esquecendo ao longo do caminho de realizar coisas importantes e necessárias. Acredita que um dia eu estava no consultório atendendo e a secretária entra na minha sala e disse: doutora é a doutora fulana de tal da faculdade que quer falar com a senhora. Eu pedi, coloque aqui no meu ouvido, pois fiquei curiosa, essa colega nunca me ligava. E quando eu disse alô ela me respondeu de lá: cadê você? Estamos aqui esperando pela sua aula. Demorei uns segundos para a ficha cair e eu quase abri um buraco e me joguei dentro. Eu tinha esquecido, porque confiava apenas na minha cabeça, e não anotava nem planejava nada, que era o meu dia de ministrar aula no curso de especialização. Não preciso te contar a sensação constrangedora que foi criada ali naquele momento. Por acaso você já passou por uma situação semelhante? Já marcou com aquele paciente, e de repente viu que não tinha feito o planejamento dele, e deu aquela tapiada da sessão, e perdeu sua hora, com essa disfarçada? Ou pior, ainda mandou o paciente voltar pois não tinha feito nada? Ou esqueceu de dar aquele telefonema para o laboratório e por isso o serviço atrasou? Ou coisas piores, esqueceu de pagar fornecedor, precisou fazer um procedimento e descobriu ali na hora que faltava o material. E mais uma centena de coisas que podem acontecer no seu dia a dia e que vai fazendo com que você perca sabe o que? Dinheiro. Sim, tempo é dinheiro e você aí de gaiato no navio.
Se você está pensando igual ao que eu pensava:  eu sempre lembro de tudo, não preciso de planejamento. Hora de rever esses seus conceitos. Se continuar assim, um dia você vai pagar essa conta literalmente. 
Passei muito tempo dando desculpas para não me planejar, dizia que planejamento engessava e como tenho o valor da liberdade, e valor é conversa para um outro vídeo, pensar em traçar um planejamento era complicado. Mas com esse incidente chegou o dia do chega, dia do basta. E estou falando literalmente porque a coisa estava ficando feia, eu vivia ansiosa tendo que apagar fogo todo tempo. 
E aqui já vai o ponto 1. Não espere passar um momento como esse que passei para tomar uma decisão. Os danos reais foram pouco mas ficou aquele gostinho de irresponsabilidade que eu não gosto de sentir. Aquele gosto amargo na boca. Sabe que nessa especialização nunca mais fui convidada para dar aula nenhuma? Vai vendo o preço. E hoje pode ser o seu dia do chega. Já comece hoje a colocar em prática o que vou  começar a te ensinar por aqui durante esse e os próximos vídeos, Toda semana vou trazer uma sacada nova para você ir se planejando e se organizando nessa vida de meu Deus. Vamos fazer do próximo ano um ano extraordinário e conte comigo, estou aqui para irmos juntos. E para que eu possa te acompanhar nessa mudança se inscreve já o nosso canal, aqui abaixo tem um local escrito se inscreva aqui, isso se você ainda não está inscrito, e também clique no sininho para receber notificação sempre que postarmos um vídeo novo.
Ponto 2. Lembra? São 3 pontos nesse vídeo de hoje, e esse é o ponto 2. Aqui você não vai aprender a planejar, você vai aprender a ser uma pessoa planejadora. Eita agora fiquei confusa. E não é a mesma coisa? Nananina não.
Deixa eu te explicar melhor para não dar um tilte na sua cabeça. Para que haja realmente uma mudança na sua vida você terá que mudar comportamentos e assim mudar hábitos, que a princípio podem ser bem chatos pois você não está acostumado, e começar novos hábitos realmente é difícil, mas a questão não é apenas começar, mas é persistir. A tal da persistência ou consistência é que é o que vai promover a grandes mudanças na sua vida. Você fazer um planejamento uma vez ou outra não vai mudar nada. Terá que se tornar uma pessoa planejadora.
Para que a mudança de fato aconteça você tem que entender que precisa mudar seu sistema de crenças, porque essas coisas que você acredita é que estão por trás dos seus hábitos. Quando você diz: ah! eu não sou uma pessoa organizada, ou eu não sou uma pessoa planejada, ou isso é difícil pra mim, não nasci assim e agor

Deixe seu Comentário