ID#20 – Você é a média das 5 pessoas mais próximas

Tempo de leitura: 4 minutos

Transcrição do vídeo

Olá pessoal vocês por acaso já ouviram em algum lugar a frase que diz que você é a média das 5 pessoas com quem mais você convive? E qual a importância disso no nosso trabalho? No nosso desempenho? na nossa evolução profissional? Para quem não me conhece ainda eu sou Dulce Simões do Inspirando Dentistas e tenho certeza que esse vídeo vai, no mínimo, te fazer pensar sobre isso.
Verdadeiramente o ambiente em que vivemos afeta o que somos. Quem nunca ouviu aquelas frases dos pais, que no fundo dizem a mesma coisa? Dize-me com quem andas e te direi quem és, ou passarinho que dorme com morcego dorme de cabeça para baixo… No fundo é tudo a mesma coisa pessoal. E por que eu estou aqui hoje te dizendo isso, ou na verdade te lembrando isso? Primeiro pelo momento que estamos vivendo no nosso país. Todo mundo meio que desanimado. E aquele clima de uruca que já permeia o universo odontológico ainda mais forte. Você sai encontra um colega e vem a clássica pergunta: como está o consultório? E nem espera você responder, e já vem com um rosário de lamentações, que tá ruim a coisa, que não tem mais pacientes, que os planos estão quebrando todo mundo, e sobre planos falarei em outro momento, pois esse é um capítulo a parte. E você, que as vezes está bem, sai desse encontro arrasado e pensando que já já vai passar por tudo isso também. Pronto, desespero na certa. 
Eu vou te contar uma história. Há mais de 15 anos, mais de 20 eu acho, e naquele tempo os dentistas já viviam reclamando, eu fui a um evento, bem caro na ocasião, e fui meio que na marra, da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, e lá eu descobri um outro mundo. Eu, a princípio fiquei sem entender nada. De onde saíram essas pessoas? Que Odontologia eles fazem? Do que estão falando? Ninguém lá reclamava. Era um outro mundo. E naquele momento, que foi um dos marcos na minha história profissional, eu entendi que é possível, e que era aquela Odontologia que eu queria fazer e viver. Uma Odontologia de qualidade e uma Odontologia de resultados positivos e quando falo positivos me refiro também ao lado financeiro. Passei a fugir de eventos onde os dentistas se reunem para contar desgraças e reclamar. Quando um colega chegava com lamúrias eu delicadamente caía fora.
Eu não tenho a menor dúvida de que o grupo em que estamos inseridos influência na maneira em que nos comportamos como seres humanos, e como agimos profissionalmente.
Saia um pouco da cadeira do ceticismo e sente na cadeira do observador. Pense em como as pessoas em seu entorno afetaram ou afetam o seu caminho. Já pensou que algumas dessas pessoas, mesmo cheias de boas intenções, entre aspas, já teve um impacto negativo em sua vida?
Em tese cercar-se de pessoas positivas, comprometidas com um bom trabalho e com o desenvolvimento profissional possivelmente te influenciarão positivamente. E da mesma maneira, o oposto também é verdadeiro. 
Não estou dizendo que você deva abandonar familiares e amigos que se enquadrem nessas descrições. Talvez eles não estejam alinhados com um grande objetivo de vida. E tudo bem. Cada um sabe onde quer chegar. 
Mas se você quer ir longe, comece a fazer as escolhas certas. Amigos, sócios, grupos de trabalho e por aí vai. 
Busque novas formas externas de encorajamento e deixe os conselhos para quem está na mesma sintonia. Esteja aberto as mudanças. A questão aqui não é abandonar, mas agregar pessoas que estão na mesma sintonia que você e com as mesmas metas e objetivos. 
Então pense sempre nessa célebre frase: “Você é a média das cinco pessoas com quem mais passa seu tempo”. 
Se você gostou desse video, se ele fez sentido para você curta, comente, concorde ou discorde, o importante é a ação. E se ele não te disse nada de novo e você já sabia disso mas tem um colega que você aconselha mas ele não te dá ouvidos, compartilha esse video com ele. E não esqueça de assinar o nosso canal 
E eu vejo vcs no proximo video.

Deixe seu Comentário